?

Log in

Boas garotas vão para o céu... [entries|friends|calendar]
Lívia Martins

[ userinfo | livejournal userinfo ]
[ calendar | livejournal calendar ]

. cooking . [29 Mar 2008|04:52pm]
[ mood | working ]

Sábado + casa da mãe significam que eu vou cozinhar. Estou sem a menor criatividade e minha mãe anda reclamando que o pai come batata + arroz todos os dias. Como eu sei que privá-lo totalmente de carboidratos é maldade. Então, vou fazer picanha grelhada com baked potatos.

Baked Potatos
- 500g de batata
- ½ xícara (chá) de manteiga
- 100g de presunto cortado em cubinhos
- 1 colher (chá) de sal
- 1 colher (café) de pimenta-do-reino
- 3 ramos de salsa picada

Lave as batatas em água corrente, polvilhe um pouco de sal e embrulhe-as em papel-alumínio.

Coloque-as em uma assadeira e leve-as ao forno preaquecido (180ºC) por 50 minutos. Retire as batatas do forno e deixe que esfriem para poder manusear.

Abra as batatas ao meio, retire um pouco de miolo central e reserve. Derreta 1 colher (sopa) de manteiga, em uma panela e refogue ligeiramente o presunto, tempere com sal e pimenta-do-reino. Junte o miolo da batata ao refogado, polvilhe a salsa e misture a margarina restante. Recheie as batatas e sirva.
post comment

Marcas [05 Mar 2008|09:53am]
[ mood | horny ]

Ontem, dia 04 de março de 2008 eu fiz a 3ª e a 4ª tatuagens.

À noite eu posto fotos.

:)

2 comments|post comment

Aloof. Unavailable. Ice-queen. [04 Mar 2008|02:21pm]
[ mood | working ]

[ Dress ]: calça jeans, sapatilha marrom, batinha marrom.
[ Mood ]: péssimo!
[ Music ]: nenhuma... embora passe o dia cantarolando mentalmente Bon Jovi (em homenagem ao seu aniversário de 46 anos, no domingo passado).
[ Taste ]: trident sabor “gelol”.
[ Hair ]: solto, liso e com cheiro de gordura do restaurante.
[ Annoyance ]: a vontade de bater em alguém...
[ Smell ]: restos de Ralph, de Ralph Lauren e gordura, do restaurante.
[ Nail color ]: nenhuma.
[ Book ]: acreditam que ainda não terminei “Los Angeles”, da Marian Keyes?
[ Refreshment ]: tirar dinheiro para pagar o condomínio...
[ Worry ]: querem em bullets ou em Excel?

+ Estou na TPM, e isso me deixa com o humor alterado. Na verdade, me deixa sem humor nenhum. Tenho vontade de matar toda e qualquer pessoa que abre a boca ao meu lado, pra falar, seja lá o que for. Ai, eu não quero saber da sua vida. Do que você fez ontem, dos e-mails que você recebeu, falando o que, com quem você conversou no msn, se você tomou esporro ou como foi seu encontro. Quer conversar? Vai ao programa da Hebe! Se eu quiser saber: 1) eu pergunto; 2) eu leio seu LiveJournal. Rá! Mas sério, estou muito sem saco para dramas pessoais. Ou melhor, pseudo-dramas. Bastam-me os meus, e os das pessoas que me importam. É, vocês entendem e eu sei :)

+ Por falar em falta de saco, eu também estou sem a menor paciência para pessoas ingratas. Não quero que as pessoas venham me agradecer por cada gesto, cada atitude. Até porque, não sou a pessoa mais legal do mundo e muitas vezes, também me esqueço de agradecer as coisas legais que as pessoas fazem. Mas agradecer, ou simplesmente sentir-se grato não é a questão. A coisa é toda muito mais complexa... Mas também, vou fazer a Lucy Sullivan, sabe...

+ Acho que essa semana vou fazer minha terceira tatuagem. Vou escrever, no pé, a seguinte frase: “le essentiel est invisible pour les yeux”. Sim, eu sei, é a minha cara. Melhor que isso, só se eu tatuasse “Aloof. Unavailable. Ice-queen.” ou "It's the truth universally acknowledged... that the moment one area of your life starts going OK... another part of it falls spectacularly to pieces", mas aí eu precisaria começar nos pés, subir pelas pernas e ir até o meio da costas. Rá! Rá! Rá! Mudei de idéia. Vou tatuar outra coisa, mas é surpresa!

+ Estamos trabalhando no Centro de Treinamento da UN-RIO, da Petrobras, e caraça, tem um coffee-break todos os dias, as 10h e as 15h, o que está me fazendo comer feito uma porca. Tenho culpa se servem suflê de espinafre, panquecas e sanduíches de atum e coca-cola de manhã? Fora todas as outras coisas que eu não ligo como bolo, pudim (acabo de lembrar de uma piada interna), salada de frutas, gelatina... Tem croissants, mas não se comparam aos de verdade. Não passam de pães massudos, com presunto em formato de rolinhos emborcados.

+ Bom, agora, dramas – e pseudo-dramas – pessoais, a parte, deixem eu trabalhar...

1 comment|post comment

Where is the little red-hair girl? [25 Feb 2008|09:39pm]


* Na versão morena *
2 comments|post comment

Eggtown? I'm too lost... [23 Feb 2008|01:41pm]
Vocês precisam assistir à quarta temporada de Lost. Coisa absurda!

A cada dia eu estou mais e mais e mais bolada. E para não dizerem que não avisei... Spoilers a seguir! Aliás, roteiro do episódio, pra ser mais exata :)

S04E04 - EggtownCollapse )

Aí eu te pergunto (e isso não muda o rumo da história...):

* como Kate sai ilesa da cama de Sawyer? *

Life is so unfair...
2 comments|post comment

caindo de sono [18 Feb 2008|10:59pm]
[ mood | working ]

Tá bom, eu juro que atualizo vocês, mas hoje não dá.

São quase 23h e - pasmem - eu já estou arrasada. Mal cheguei em casa e já comecei a fazer várias coisas de trabalho.

Preciso de banho e cama.

Bafons amanhã, com foto-fofocas!

1 comment|post comment

Bafons? [18 Feb 2008|12:58pm]
[ mood | cynical ]

Eu sei. Eu prometi bafons e não cumpri.

So, assim que chegar em casa, grandes bafons, com direito a fotos, raiva, sarcasmo e claro, um pouco de veneno. Porque né... A gente merece!

:o)

PS¹:
Que adianta eu sair de casa, cheirando a pudim - Vanilla da L'Occitane - se quando eu saio do almoço estou cheirando a gordura? Eca! Mil vezes, eca!

PS²:
Segundo a cartomante, o meu mês de março é regido pela torre. Portanto, aguardem uma Livs completamente neurótica. Porque, se só a previsão de um mês ruim já está me deixando virada no saci, imaginem quando março chegar! Em compensação, Abril é o mês do carro. So... Let's find out!

PS³:
Eis que volto a adotar a postura de Bridget. "Aloof, unavailable ice-queen." Assim dói menos, né...
post comment

fazendo a lucy sullivan... [16 Feb 2008|12:29am]
. eu não quero falar sobre isso .

pelo menos, não agora...
2 comments|post comment

Extraído do livro "Intimidade - como confiar em si mesmo e nos outros" [14 Feb 2008|05:10pm]
- Por Osho -

Sinceridade significa autenticidade – ser sincero, não ser falso, não usar máscaras. Qualquer que seja o seu rosto verdadeiro, mostre-o, custe o que custar.

Lembre-se: isso não significa que você tenha de desmascarar os outros; se eles estão felizes com as mentiras deles, compete a eles se decidir. Não sai desmascarando ninguém, porque as pessoas são como são… seja verdadeiro consigo mesmo. Não é preciso que você corrija ninguém no mundo. Se você puder crescer sozinho, será o bastante. Não seja um reformador e não tente dar lições aos outros, não tente mudar os outros. Se você mudar, será o bastante como mensagem.

Ser autêntico significa permanecer verdadeiro consigo mesmo. Como permanecer verdadeiro? Lembre-se sempre de três regras. Uma, nunca dê ouvidos a ninguém quando dizem o que você deve ser. Ouça sempre a sua voz interior, o que você gostaria de ser; do contrário, vai desperdiçar sua vida inteira…

Preste atenção: a coisa mais importante é o seu ser. Não deixe que os outros manipulem você – e eles são muitos; todo mundo está pronto para controlar você, para mudar você, para lhe dar uma orientação que você não pediu. Todo mundo quer ser o guia da sua vida. O guia existe dentro de você; você tem o plano.

Ser autêntico significa ser sincero consigo mesmo…

O motivo pelo qual todo mundo parece tão frustrado é que ninguém ouve a própria voz… ouça sempre sua voz interior, e não ouça mais nada. Existem mil e uma tentações ao seu redor, porque muitas pessoas estão mascateando as suas coisas. É um supermercado; o mundo, e todo mundo nele está interessado em vender as próprias coisas a você. Todo mundo é um vendedor. Se der ouvidos a muitos vendedores, você vai ficar louco. Não dê ouvidos a ninguém, simplesmente feche os olhos e ouça sua voz interior. É para isso que existe a Meditação: para ouvir a voz interior.

A segunda regra mais importante – só se você cumprir a primeira regra poderá cumprir a segunda – nunca use uma máscara. Se estiver com raiva, mostre a sua raiva. É perigoso, mas não sorria, porque isso é ser falso. Mas lhe ensinaram que, quando você está com raiva, deve sorrir. Então seu sorriso torna-se falso, uma máscara – simplesmente um movimento dos lábios e nada mais. O coração está cheio de raiva, veneno, e os lábios sorrindo: você se torna um prodígio de falsidade.

Então também se manifesta uma outra reação: quando você quer sorrir, não consegue sorrir. Todo seu mecanismo está de cabeça para baixo porque, quando queria ficar com raiva, você não ficava; quando queria odiar você não odiava. Então você quer amar; de repente, você descobre que o mecanismo não funciona. Então você quer sorrir, você precisa forçar o sorriso. Realmente, o seu coração é todo sorrisos e você quer dar uma boa risada, mas não consegue rir… o sorriso não sai, ou ate mesmo, se sair, será um sorriso apagado e sem graça. Ele não deixa você feliz, você não se entusiasma com ele. Você não irradia nada.

Quando quiser ficar com raiva, fique com raiva. Não há nada errado em ficar com raiva. Se quiser rir, ria. Não há nada errado em dar uma risada. Pouco a pouco você vai ver que todo seu organismo voltou a funcionar direito… não use máscaras; do contrário você vai criar disfunções no seu mecanismo, bloqueios. Existem muitos bloqueios no seu corpo. A pessoa que reprime a raiva fica com a mandíbula bloqueada. Toda a raiva vai para a mandíbula e pára ali. As mãos ficam feias; elas não têm o movimento gracioso de um bailarino, não, porque a raiva chega aos dedos e os bloqueia. A raiva tem duas saídas para ser liberada: uma são os dentes, a outra são os dedos.

Se você reprime alguma coisa, existe no seu corpo alguma parte correspondente à emoção. Se você não quer chorar, os seus olhos vão perder o brilho… porque as lágrimas são necessárias; elas são um fenômeno muito vivo. Quando uma vez ou outra você deixa as lagrimas correrem – quando você realmente chora, você chora de verdade, e as lágrimas começam a correr dos seus olhos – os seus olhos se limpam, se revigoram, recuperando a juventude e a pureza.

Lembre-se: se não puder chorar sinceramente, você também não poderá rir, porque essa é a outra polaridade. As pessoas que conseguem rir também conseguem chorar; as pessoas que não conseguem chorar não conseguem rir.

E a terceira regra sobre a autenticidade… permaneça sempre no presente, porque tanto do passado quando do futuro é que vêm todas as falsidades. Porque o que passou, passou; não se preocupe com isso e não carregue como um fardo; do contrário isso não vai permitir que você seja autêntico em relação ao presente. E tudo que não aconteceu ainda não aconteceu. Não se incomode sem necessidade com o futuro, do contrário ele cairá sobre o presente e o destruirá. Seja verdadeiro em relação ao presente; então, você será autêntico. Nem passado, nem futuro – o momento é tudo. O momento é a eternidade inteira.

Siga essas três regrinhas e você vai conseguir ser sincero, verdadeiro, autêntico. Então, tudo o que você disser será verdade. Comumente, você pensa que precisa tomar cuidado para dizer a verdade; não é isso o que eu estou dizendo. Estou dizendo: crie autenticidade e tudo o que você disse será verdade.

A verdade não é uma coisa lógica. Por verdade eu quero dizer a autenticidade do ser; sem impor nada que você não seja, apenas sendo o que você é, independentemente dos riscos, nunca se tornando um hipócrita. Se você está triste, fique triste. Esta é a verdade; não a esconda.. Não exiba um sorriso falso no rosto, porque esse sorriso falso cria uma divisão em você.

Quando você está com raiva e não demonstra a raiva… é porque tem medo de que essa demonstração prejudique a sua imagem, porque as pessoas pensam que você é compreensivo e dizem que você nunca fica com raiva. Elas gostam disso e isso é tão gratificante para o ego. Agora, ficar com raiva vai prejudicar a sua linda imagem; assim, em vez de prejudicar a imagem, você reprime a raiva. Você está fervendo por dentro, mas por fora continua compreensivo, bondoso, polido, doce. Aí acontece a divisão. As pessoas produzem essa divisão durante a vida inteira; então a divisão se torna absolutamente estabelecida. Mesmo quando você está sentado sozinho e não há ninguém por perto, e não há necessidade de fingir, você continua fingindo; isso se tornou um hábito arraigado e automático… Então, não é uma questão de ser verdadeiro ou falso; isso acabou por se tornar um hábito…

Por verdadeiro eu quero dizer não fingir. Seja exatamente o que você é – num momento você está triste… e no momento seguinte, se você ficar feliz, não há necessidade de continuar triste – porque também lhe ensinaram a ser sempre coerente, a permanecer coerente…

Assim, não é só quando está triste que você finge sorrisos; quando você quer sorrir, também finge tristeza por causa da idéia completamente estúpida de permanecer coerente. Cada momento tem a sua característica peculiar, e nenhum momento precisa ser coerente com nenhum outro momento. Assim, não é preciso se preocupar com a coerência.. Ninguém que se preocupe com a coerência vai se tornar falso porque apenas mente com coerência. A verdade está sempre mudando. A verdade contém suas próprias contradições – e essa é a substância da verdade, essa é a sua vastidão, essa é a sua beleza.

Portanto, se você está se sentindo triste, fique triste – sem nenhuma censura, sem nenhuma avaliação como sendo bom ou mau.. Não se trata de ser bom ou mau; isso simplesmente acontece. E quando acontece, deixe acontecer. Quando você começar a sorrir de novo, não se sinta culpado só porque há pouco estava triste; então, como pode sorrir? Quando estiver feliz, seja feliz.
2 comments|post comment

SPOILER: 4x03 "The Economist" [14 Feb 2008|10:25am]
[ mood | bouncy ]

Mais uma noite de vigília e eu, como não me aguento de curiosidade (acho que meu maior defeito) acabo de conseguir o rotiro do episódio de hoje! :)

Sinopse completa do ep 4x03 - The EconomistCollapse )

Esperar meses pelo início da temporada é menos "sufrido" do que esperar pelo episódio do dia, quando você já está no ritmo.
post comment

Roubado da Rachel, que roubou da Pati... [13 Feb 2008|10:58pm]
Top 5 - músicas para se ouvir ao acordar
+ qualquer uma do loirão! (bite me)
+ crash - Dave Matthews Band
- muito complexo ouvir qualquer outra coisa ao acordar!

Top 5 - Essenciais para o dia-a-dia
+ café
+ óculos de sol
+ meus crachás (sem eles eu não entro nem saio de lugar nenhum)
+ pen drive (o trabalho de uma vida está lá)
+ celular (comunicação é tudo)

Top 5 - Livros que todos deveriam ser obrigados a ler por lei
+ Ensaio sobre a cegueira (José Saramago)
+ Humano, demasiado humano (Nietzsche)
+ Germinal (Émile Zola)
+ O Apanhador nos Campos de Centeio (J. D. Salinger)
+ A Menina Que Roubava Livros (Markus Zusak)


Top 5 - Rodo a baiana devido a:
- muito relativo (uma coisa pode ou não me fazer rodar a baiana - depende do meu humor - Rachel, eu sou bipolar?)

Top 5 - DETESTÔ.
+ andar de ônibus
+ andar na rua em dias de chuva
+ drama (já bastam os meus)
+ eventos com mais de 10 pessoas (não consigo dar atenção a mais do que 3 ao mesmo tempo)
+ axé (e micaretas em geral - unanimidade por aqui, hein... por isso amo vocês, meninas)

Top 5 - ADÓRÔ!
+ dormir até tarde (he he he)
+ sms (ah vai...)
+ dormir abraçada (não resisti, Rachel)
+ passar algum tempo comigo mesma, um livro, um incenso e um chá
+ uma tarde, amigas, fofocas e um bom café

Top 5 - Como vivi tanto tempo sem conhecer??
+ check-in online
+ palmito (sim, eu comecei a comer palmito há menos de um ano)
+ chá de limão
+ Microsoft Visio (caraca, aquilo mudou minha vida ha ha ha)
+ Lapa (sério, só passei a freqüentar há cerca de um ano...)

Top 5 - todos gostam e eu detesto
+ axé (ha ha ha)
+ Maria Rita
+ cinema nacional (salvo raras excessões)
+ borboletas (Pati, também detesto - tatuagens então... aff! coisa tão... anos 80!)
+ sorvete (não que eu deteste, mas assim... não me enche os olhos nem num dia de calor escaldante)

A propósito...

Bafons mais tarde!
2 comments|post comment

Vou dormir ouvindo o loirão... [12 Feb 2008|03:16am]
[ Dress ]: chinelo preto do pequeno príncipe e vestidinho de ficar em casa, marrom, que seqüestrei de vovó no carnaval.
[ Mood ]: sei lá...
[ Music ]: Bon Jovi - Every Word Was A Piece Of My Heart
[ Taste ]: pasta de dente de canela :)
[ Hair ]: liso e solto
[ Annoyance ]: não estou mais entendendo porcaria nenhuma!
[ Smell ]: Vanilla da L'Occitane
[ Nail color ]: nenhum.
[ Book ]: Los Angeles, ainda...
[ Refreshment ]: pagar contas :o)
[ Worry ]: tomara que dê tudo certo com a Dani e seus autores mais tarde :)

Tá, agora nem todos os posts estão em friends-only. Por quê? Porque não faz mais sentido. E quando for assunto nosso, povinho LJ, ou os bafons básicos - sim girls, é com vocês - eu "tranco"!

Antes que eu me esqueça:

anjimBiel, meu anjo, sei que atrasei no "Parabéns", mas aqui estou para me redimir. Parabéns! Esse ano sei que vai ser super importante para você e estou muito feliz e torcendo muito pra que dê tudo certo. Ah, e nossas sessões de "campo minado", hein? Tá bom que eu sempre perco, mas não deixa de ser altamente divertido. Rsrsrs

scandaroli"Dina, meu companheirinho de viagens (que aliás, precisamos ir a Curitiba novamente, né rsrs). Parabéns, felicidades e juízo nessa cabeça! Vê se toma gingko biloba que a memória tá começando a falhar criatura! Hahaha!

Sim, eu eu adoro esses dois aí. Pessoas queridíssimas que tenho orgulho de dizer que são meus AMIGOS!

E não! Eu não vou falar de tempos passados, do tempo que conheço essas pessoinhas aqui do LJ, do quanto são importantes pra mim e bla bla bla. Todos sabem sua importância e eu faria um post nostálgico...


Mas não podia deixar de colocar esta foto aqui. Já se vão seis anos. Nem parece, né! Aliás, Cadê o Ricardo nessa foto? Seria ele o fotógrafo?


Ainda sobre amigos do LJ... Estava eu, toda feliz, querendo iniciar a campanha "volta Fafá" e mais uma vanilla freak resolve ir para a China... Qual é a da China agora hein? É o novo Cedars Sinai Medical Center? Porque todo mundo que é alguém-na-noite passa por lá...

Fatos
1. Apesar de nenhum café ter sido ingerido hoje (pasmem!), eu simplesmente não tenho sono. É, a odisséia vai recomeçar...
2. Dos quatro quilos (pasmem again!) adquiridos no carnaval, eu já mandei três embora. Adoooouro!
3. Só tenho mais 12 dias de remédio e preciso que eles façam efeito. Depois deles, volto para os de sempre... Mas não são tão... hardcore assim!

Notas mentais:
- a palavra escrita, nem sempre tem a mesma interpretação da palavra falada.
- não dormir no ônibus na volta do trabalho, afinal, em época de vigília às quintas não dá pra ter insônia no resto da semana.

Para quem está acostumado com bafons e posts explicados em mínimos detalhes, esse ficou devendo... eu sei! Tudo bem, qualquer coisa eu... desenho. Hahaha! Ou não!
1 comment|post comment

hein? [12 Feb 2008|12:49am]
[ mood | oi? ]

Eu não estou entendendo mais nada!

Nada mesmo!

O.o

2 comments|post comment

[23 Jul 2007|10:34pm]
Uma mulher de trinta anos tem atrativos irresistíveis. A mulher jovem tem muitas ilusões, muita inexperiência. Uma nos instrui, a outra quer tudo aprender e acredita ter dito tudo despindo o vestido. (...) Entre elas duas há a distância incomensurável que vai do previsto ao imprevisto, da força à fraqueza. A mulher de trinta anos satisfaz tudo, e a jovem, sob pena de não sê-lo, nada pode satisfazer.
- Honoré de Balzac  -
post comment

vai encarar? [04 Jun 2007|10:09pm]
Hoje, diferente dos outros dias, eu vou dormir cedo. Ou melhor, vou tentar. Amanhã quero acordar relativamente cedo, tomar aquele banho, fazer limpeza de pele e um escovão básico.

Tenho uma entrevista no Centro do Rio as 14h. E na volta, devo passar na rodoviária pra comprar passagens. Vou a SP fazer uma entrevista.

Uma daquelas viagens que estou bem acostumada. Aquele velho esquema de ônibus da meia-noite, dormir na estrada, chegar amassada, dar uma esticada ainda na rodoviária, café + café + café, tensão pra não errar o caminho, não atrasar, entrevista e volta não muito tarde, pra conseguir chegar em casa não muito tarde.

O mais engraçado, é que a entrevista na paulicéia pode ser para fixo ou freela. Até então, pensei nela apenas como freela. Descartei de imediato a possibilidade de me mudar, mesmo que não tenha nada aqui que me prenda. Droga, logo agora que estou me divertindo tanto por aqui e num clima de *amo-muito-tudo-isso* aparece uma proposta fora do estado?


Chega de fazer fumaça, de contar vantagem
Quero ver chegar junto pra me juntar
Me fazer sentir mais viva, me apertar o corpo e a alma me fazendo suar
Quero beijos sem tréguas, quero sete mil léguas sem descansar
Quero ver se você tem atitude e se vai encarar



Se eu fingir e sair por aí na noitada, me acabando de rir
E se eu disser que não digo e não ligo e que fico... e que só vou aprontar
É que eu mando direitinho, assim bem miudinho, sei que você vai gostar
Vou arrancar tua blusa e por no meu cabide só pra pendurar
Quero ver se você tem atitude e se vai me encarar
6 comments|post comment

Marcas... [04 Jun 2007|06:02pm]
Assim que eu tiver uma graninha sobrando, vou fazer a terceira tatuagem. Aliás, eu já venho querendo isso faz tempo. Só que não sabia o que fazer. Mas agora... já decidi. Falta decidir onde! Completamente inspirada no Pequeno Príncipe.




Sim, eu tenho verdadeira loucura pelo "principezinho"...
4 comments|post comment

Eis que volto a ser... [19 May 2007|02:10pm]


A garotinha ruiva!


Não parece ter feito diferença na cor do cabelo. Mas também a luz não ajuda. Enfim, eu gostei do resultado. Não ficou aquele vermelhão absurdo que eu adoro, mas levemente avermelhado. Já me sinto "eu" novamente. E isso é o que importa.
post comment

I'm feeling like a monday but someday I'll be saturday night [17 May 2007|12:41am]
Bebe desgraçada. Bebe e fica rouca!

Tomara que fique muda da próxima vez! O.o

Eu decididamente não tenho mais idade pra isso. Rá!

Mas eu tenho Mr. Smirnoff que é O CARA!

E hoje tem penúltimo episódio de LOST! Ooooooooohhhhhhhhh!

Vai "lorão", canta enquanto não termino de baixar Sawyer!
post comment

Só uma coisa! [12 Mar 2007|08:44am]
DÁ PRA LARGAR A MINHA BUNDA EM PAZ?

Obrigada!










HAHAHAHAH!

Depois as pessoas me dizem que eu não tenho motivos de reclamar da vida, de dizer "ai como eu sofro". Vai ter uma bunda dessas pra você ver!

E Sr. Biel, olha a gracinha porque quando você me conheceu ela era infinitamente maior! Ora essa!

Agora durma-se com um barulho desses...
post comment

Fotos do novo trabalho \o/ [08 Mar 2007|10:06pm]
Clica aqui, clica...Collapse )
4 comments|post comment

navigation
[ viewing | most recent entries ]
[ go | earlier ]